A Stone Soup assinou a Carta Portuguesa para a Diversidade.. Esta Carta foi assinada por várias organizações e tem a diversidade como princípio fundamental, entendido neste âmbito como o reconhecimento, respeito e valorização da(s) diferença(s) entre as pessoas, em particular as diferençasrelacionadas com a identidade de género, orientação sexual, etnia, religião, fé e crenças, país de origem, cultura, língua, nacionalidade, local de nascimento, ascendência, idade, orientação política, ideológica ou social, estado civil, estrutura familiar, situação económica, estado de saúde, deficiência, estilo pessoal e formação.

Reconhecer a diversidade numa organização favorece a inovação. Pode ter um impacto positivo na atração, retenção e promoção de um conjunto abrangente de competências e representa uma mais valia tornando a organização, ela própria, num espelho da sociedade em que opera. Valorizar as características, competências e aptidões de cada pessoa promove igualdade de tratamento e de oportunidades, combate o preconceito e discriminação, e fomenta uma cultura de inclusão baseada no respeito pelo indivíduo/pelos seres humanos individuais.

Uma cultura de Diversidade contribui para o desenvolvimento pessoal e profissional, eficiência e competitividade de uma organização, bem como para a melhoria dos padrões económicos e sociais. As organizações signatárias desta Carta comprometem-se [a assumir]/com a diversidade como um imperativo ético, como um princípio básico e orientador das suas atividades, tanto interna como externamente, enquanto parte dos seus valores fundamentais e como parte da sua identidade institucional.

Pode ler informação mais detalhada sobre os compromissos assumidos pelos signatários aquí.